Projeto Escolas Culturais promove atividades alusivas aos festejos juninos

As unidades escolares da rede estadual contempladas com o projeto Escolas culturais estão com uma programação recheada de atividades artísticas e pedagógicas, direcionadas a estudantes professores e comunidade em geral, durante o mês de junho. Muitas das iniciativas estão relacionadas à festa de São João, ao promoverem o resgate e a valorização das tradições juninas, como a dança e a comida típica.

Nesta quarta-feira (12), o projeto “Poesia, história, memória e narrativas literárias do Sul da Bahia” será apresentado no ‘Café com Prosa’, no Colégio Polivalente de Itajuípe, cidade localizada a 422 km de Salvador. Para comemorar os festejos juninos, o Colégio Estadual João Durval Carneiro, localizado em Ponto Novo (a 328 km de Salvador), realiza, na quinta-feira (13), o Cortejo Junino. E na cidade Ibicuí (a 551 km de Salvador), a cultura popular será homenageada com o ‘Arraiá Mané Nóis Vai’, no Colégio Estadual Doutro Maneol Novaes.

No Colégio Estadual Dulcina Cruz Lima, localizado na cidade de Rodelas (a 540 km de Salvador), o projeto Escolas Culturais promoveu, nesta terça-feira (11), o Sarau Musical, Cultural e Motivacional. A atividade, no auditório da Câmara Municipal de Rodelas, teve apresentações musicais e culturais dos estudantes e envolveu um diálogo com os convidados da Academia de Letras de Paulo Afonso.

Ainda nesta terça-feira, a comunidade escolar do Colégio Estadual Pedro Calmon, em Amargosa (a 235 km de Salvador), participou da roda de conversa ‘Teatro em Cena – Teatro, Política e Resistência’. O evento levou para o auditório da unidade, professores e artistas dos grupos de teatro Negaça e OcupAção, conforme destacou o coordenador Cultural, Anderson José Souza. “O Projeto Escolas Culturais, diante das atividades que já vêm desenvolvendo, ainda não tinha tratado sobre o tema teatro. Então, trouxemos esses grupos teatrais, que são da cidade, para falar sobre o mundo do teatro e o belo trabalho que é realizado com os jovens daqui”.

Também nesta terça, o auditório do Educandário Oliveira Brito, em Euclides da Cunha (a 311 km de Salvador), se transformou em sala de cinema para o projeto audiovisual ‘Curta na Escola’. Foi exibido o filme ‘Café com Canela’ e, em seguida, realizada uma roda de conversa sobre a obra. “Este filme faz parte do Circuito Luiz Orlando de Exibição, que homenageia o cineclubista e ativista negro. Após a exibição, realizamos um diálogo com os alunos sobre os temas: ‘Como transformar a dor em saudade´ e ‘Luto: enfrentando o processo de uma perda’, assuntos abordados no longa”, contou a coordenadora cultural, Aline Dias.

Escolas Culturais – O projeto Escolas Culturais é fruto da parceria entre as Secretarias da Educação, de Cultura (Secult), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e a Casa Civil. A iniciativa já foi implantada em 85 escolas estaduais e objetiva incrementar a arte e a cultura no currículo e aliar a oferta de cursos de qualificação e formação profissional nas respectivas áreas.

Quadrilha Junina de Juazeiro - Foto Cláudia Oliveira  (1)

 

 

 

 

 

 

 

 
Fotos: Ilustrativa/Divulgação

Secretaria da Educação do Estado promove concurso de vídeos voltado para a promoção da saúde estudantil

A Secretaria da Educação do Estado está com inscrições abertas para o concurso de vídeos educativos, direcionado aos estudantes da rede estadual de ensino. Com o tema “O protagonismo estudantil promovendo a saúde na escola”, o concurso visa a seleção e premiação de vídeos de curta metragem, abordando os seguintes subtemas: Prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e Aids; Controle do mosquito Aedes aegypti e prevenção às Arboviroses (Dengue, Chikungunya, Zika, entre outros); Prevenção ao uso de álcool, Tabaco e outras drogas; Promoção da alimentação saudável; Promoção da saúde ambiental e sustentabilidade socioambiental e Promoção da cultura de paz: respeito à vida e combate ao bullying na escola.

O concurso visa contribuir para o desenvolvimento integral dos estudantes, por meio de uma metodologia ativa; estimular a realização de pesquisas, considerando a realidade do Território de Identidade no qual está inserida; e, consequentemente, a elaboração de proposições efetivas de enfrentamento das vulnerabilidades à saúde dos estudantes. Além disso, visa fomentar ações de promoção à saúde e prevenção de doenças e situações de agravos, bem como estimular a produção e uso de vídeos como recursos do ensino e da aprendizagem.

Inscrições – As filmagens poderão ser feitas com aparelhos celulares, tablets, máquinas fotográficas digitais ou filmadoras e deverão ser gravadas em mídia de CD ou DVD. Os vídeos, com caráter educativo e de até três minutos de duração, deverão ser produzidos por estudantes regularmente matriculados nas escolas estaduais, sob a orientação de um professor, até o dia 17 de setembro. As inscrições deverão ser realizadas pelos estudantes nas unidades escolares onde estão matriculados. Os vídeos inscritos passarão por uma seleção na escola e, depois, pela etapa territorial. Cada unidade escolar poderá enviar, no máximo, seis vídeos, sendo um de cada subtema, conforme o edital.

Depois da etapa territorial, cada Núcleo Territorial de Educação (NTE) selecionará até seis vídeos que serão enviados para a Secretaria da Educação do Estado, onde uma comissão julgadora escolherá três vídeos de cada subtema. Esses vídeos serão disponibilizados para votação popular pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), no período de 13 a 19 de novembro de 2019. Como premiação serão entregues notebook para os alunos e professores e placa de menção honrosa para as escolas, como reconhecimento pelo trabalho pedagógico realizado junto aos estudantes.

O coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria da Educação do Estado, Fábio Barbosa, fala sobre a importância do concurso para o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Trata-se de uma estratégia pedagógica para estimular as unidades escolares a trabalhar as questões de promoção à saúde e prevenção a situações de agravo e de vulnerabilidade dos nossos estudantes por meio da produção de vídeos educativos dos quais os alunos são autores. São atividades que dialogam diretamente com o currículo da escola, que tem um papel fundamental na formação integral dos nossos estudantes. E trabalhar a temática da Saúde é o principal objetivo desta ação, que incentiva o protagonismo juvenil, através de uma ferramenta que eles têm familiaridade, que é o audiovisual”.

Acesse o edital completo: www.educacao.ba.gov.br

dengue

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Ilustrativa /Claudionor Jr

 

Secretaria promove formação de Monitoramento e Avaliação dos Planos Municipais de Educação

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) e representantes das Comissões Municipais de Monitoramento e Avaliação dos Planos Municipais de Educação (PME) participaram, na quarta (5) e nesta quinta-feira (6), no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (SEDUR), de encontro formativo para a Ação de Monitoramento e Avaliação dos Planos Estadual e Municipais de Educação. O encontro teve como objetivo fortalecer a rede de assistência e orientar os municípios na construção de seus relatórios de monitoramento e avaliação dos Planos Municipais de Educação.

A técnica do Plano Municipal de Educação da Secretaria da Educação, Luzinete Lírio, falou sobre a ação. “Estamos com representantes de 27 municípios dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) com o intuito de fomentar a discussão para a elaboração do monitoramento e a avaliação do plano em toda a rede, neste ano. Também serão discutidas a elaboração do relatório de monitoramento do plano estadual; a realização de oficinas; e a apresentação do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)”, afirmou.

Presente no evento, a assessora técnica da Secretaria de Educação do município de Varzedo (200 Km de Salvador), Fernanda Carla Argolo, ressaltou que a ação é de “extrema importância” para os municípios, no sentido de fortalecer a execução de monitoria e acompanhamento do PME. “O apoio externo que vem do Estado para a execução do PME ajuda muito para que tenhamos resultados expressivos nos municípios”, revelou.

Foto: Geraldo Carvalho – Ascom/EducaçãoFormação do PME com os NTE - foto. Geraldo Carvalho (4)

Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP) movimentam cidades do interior durante esta seman

Os estudantes das 962 escolas de 384 municípios baianos que estão participando dos Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP) continuam envolvidos nas competições de diferentes modalidades, nas etapas Municipal e Territorial. São alunos de escolas estaduais, municipais e federais localizadas em regiões pertencentes aos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE). Os jogos, que visam estimular a cultura corporal e do esporte escolar na Educação Básica, prosseguem nesta terça-feira (11), por exemplo, nasescolas públicas e particulares do NTE 27 (Eunápolis), bem como em 20 unidades escolares das regiões de Caetité. Já em Livramento de Nossa Senhora as competições se darão na quinta-feira (13) e em Guanambi, no dia 18/6.

Fundamentados na importância da cultura corporal e do esporte escolar, com ênfase na participação, na diversidade, na ética, na cooperação, no regionalismo e na emancipação, os jogos prosseguem nas unidades ligadas ao NTE 2 (Bom Jesus da Lapa), nas modalidades coletivas de futsal, handebol, basquetebol, voleibol, xadrez, dama, dominó, futebol de travinha, e individuais de atletismo, nesta terça-feira (11),  no Polo 3 Ibotirama (Ibotirama, Paratinga, Oliveira dos Brejinhos e Muquém de São Francisco), na quinta-feira (13), no Polo 4 em Barra (Barra e Morpará). Também nesta terça-feira, os jogos da Etapa Municipal acontecem no NTE 8 (Itapetinga), nas modalidades futsal handebol e voleibol. O NTE 24 (Paulo Afonso) também promove, a partir desta terça até sexta-feira (14), a Etapa Municipal do JERP nas modalidades futebol, futsal e handebol.

No NTE 18 (Alagoinhas), o JERP foi realizado, nesta segunda-feira (10), no Colégio Estadual José Carvalho Batista, no município de Rio Real. Os jogos também começaram nesta segunda e prosseguem até terça (11) no CETEP Alagoinhas. Os colégios estaduais Antônio da Costa Brito, em Acajutiba; Celina Saraiva, em Esplanada; Deus Seixas, em Catu; Júlio Leal, em Campo Formoso; Prof. Pedro Ribeiro; e Centro Integrado de Educação do Conde também realizam seus jogos ao longo desta semana. No NTE 27(Eunápolis), de quarta (12) a sexta (14), será a vez dos jogos das etapas municipais de Eunápolis e de Porto Seguro, nas modalidades futsal, voleibol, handebol e baleado.

Já a final da Etapa Territorial do NTE 1 (Irecê), nas modalidades futebol, futsal handebol, basquetebol, baleado, atletismo e judô, com premiações na solenidade de encerramento, será realizada de 14 a 16/6. No NTE 23 (Santa Maria da Vitória), por sua vez, os jogos da Etapa Polo 4 acontecem nesta quinta-feira (13), em Santa Maria da Vitória e Correntina. De 17 a 19/6, será realizada a Etapa Territorial em Santa Maria da Vitória, nas modalidades futsal, voleibol, handebol, baleado e futebol de travinha. No NTE 5 (Itabuna), na sexta-feira (14), acontece a Etapa Territorial em Itabuna, nas modalidades futsal, handebol, basquetebol e voleibol.

Também na quinta (13) e na sexta (14), no NTE 7 (Teixeira de Freitas), será realizada a Etapa Polo de Teixeira de Freitas, nas modalidades futebol, futsal e handebol. No NTE 13 (Caetité), no dia 18/6, é a vez do Polo de Guanambi, nas modalidades baleado, atletismo, futsal, basquetebol, voleibol e handebol.

 

 

Sobre o JERP – Os Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP), que estão completando dez anos, fortalecem e promovem o fomento da cultura corporal no currículo da Educação Básica. Organizado pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), por meio de cada um dos 27 Núcleos Territoriais de Educação do Estado (NTE), o JERP tem a função de fortalecer a ação educativa na escola, tendo como fundamento a cultura corporal que deve fundamentar o currículo, por meio de práticas docentes e do assessoramento pedagógico. Os jogos acontecem por etapas. A etapa escolar foi a primeira a ser realizada e, depois da etapa municipal, vêm as etapas polos, territoriais, zonal, regional e nacional.

JERP do Polo de Gandu do NTE 06 - Foto. Divulgação (11) JERP do Polo de Gandu do NTE 06 - Foto. Divulgação (13)

Fotos: Ilustrativa/Divulgação

Programa Acolher é apresentado para a comunidade escolar em Santo Antônio de Jesus

A Secretaria da Educação do Estado promoveu, nesta sexta-feira (07), a apresentação Programa de Apoio e Assistência à Saúde do Professor e do Estudante – Acolher – no Colégio Estadual Francisco da Conceiçãoem Santo Antônio de Jesus (a 190 km de Salvador). A ação, que integra todas as iniciativas em curso na rede, a exemplo dos programas Saúde do Professor e Saúde na Escola, tem como objetivo ampliar o atendimento educacional às unidades escolares por meio da convergência de ações pedagógicas e biopsicossociais.

 

O programa Acolher considera as várias dimensões do ser humano: cognitiva, afetiva, política, histórica, social, emocional e comunicativa. A partir disto, promove ações voltadas à saúde e ao bem-estar da comunidade escolar, dentre as quais estão atendimentos com profissionais de diferentes áreas, a exemplo de psicólogos e fonoaudiólogos, além de oficinas sobre temas como combate ao bullying e cyberbullying. A coordenadora do Acolher, Silvia Fonseca, falou sobre a rede de colaboração que está sendo firmada para potencializar as ações do programa. “Para a efetiva execução deste projeto contamos com parcerias. Convidamos para esta apresentação e esperamos contar com o apoio do Ministério Público, da Defensoria Pública, da Ronda Escolar, de psicólogos das universidades e de outros profissionais que possam contribuir, de forma coletiva, nessa ambiência para o bem-estar de todos e fortalecer a escola pública”, contou.

 

Para a diretora da unidade, Joelma Nunes, as ações do programa irão fortalecer o trabalho desenvolvido na unidade escolar. “A escola já tinha tomado a iniciativa com a criação de um ambiente de acolhimento, com serviços de orientação e atendimento das demandas da comunidade escolar e este programa vai nos ajudar a ampliar nossas ações”, destacou. O estudante Daniel Farias, 16, 3º ano do Ensino Médio, também falou sobre as suas expectativas. “Temos que cuidar uns dos outros e espero que esse projeto venha para contribuir com o cuidado à saúde emocional e para ensinar, de forma pedagógica, sobre questões como o respeito à diversidade”, pontuou.

 

9ff8edd5-7c89-4270-9ac9-1a01d85435dc

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Divulgação

Escolas estaduais são mobilizadas para participação na Feira de Ciências, Matemática e Empreendedorismo

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) está mobilizando as escolas estaduais para a realização das feiras escolares de Ciências, Matemática e Empreendedorismo 2019 e, consequentemente, para a 8ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA). Para participar das feiras escolares, gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual precisam fazer a adesão ao projeto até esta sexta-feira (31), mediante preenchimento de formulário disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). No Portal, também estão disponíveis a chamada pública e o edital com todas as diretrizes para a participação dos estudantes e professores na 8ª FECIBA.

As feiras escolares acontecerão de 1º de agosto a 30 de setembro de 2019 e são compostas pela exposição e mostra de trabalhos realizados por estudantes sob a orientação de um professor. Os trabalhos selecionados nas feiras escolares deverão ser submetidos à 8ª FECIBA, no período de 1º a 20 de outubro. A FECIBA é considerada uma estratégia de divulgação e popularização científica, que envolve mostra de experiências e de estímulo ao protagonismo estudantil. Na atividade, os estudantes do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da Educação Profissional e Tecnológica, orientados por docentes, apresentam projetos desenvolvidos em sala de aula, que fortalecem o domínio de competências e habilidades nas diversas áreas do conhecimento.

Arte e cultura – Neste ano, a SEC, por meio da Coordenação Executiva de Projetos Estratégicos da Educação, amplia os horizontes e possibilidades tanto das feiras escolares quanto da FECIBA, incentivando interlocuções com diversos campos do conhecimento. Assim, além dos projetos de iniciação científica, as feiras incluirão aqueles desenvolvidos no âmbito dos projetos estruturantes e intersetoriais promovidos na rede estadual. São eles: Artes Visuais Estudantis (AVE); Festival Anual da Canção Estudantil (FACE); Tempos de Arte Literária (TAL); Educação Patrimonial e Artística (EPA); Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP); Dança Estudantil (DANCE); Encontro Coral (ENCANTE); Produção Vídeos Estudantis (PROVE); Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC), Educação Ambiental e Saúde e Escolas Culturais. Todos os projetos a serem submetidos à FECIBA deverão estar enquadrados nas seguintes áreas: Ciências Exatas e Engenharia; Ciências Humanas e Ciências Sociais aplicadas; Ciências Biológicas, Ciências da Saúde e Ciências Agrárias; Empreendedorismo, Mundo do Trabalho e Projeto de Vida; Energia e Sustentabilidade e Júnior Menor.

FECIBA
Foto: Ilustrativa/Divulgação

Governo do Estado promoverá Semana do Meio Ambiente com adesão à campanha Respira Vida da ONU

Para marcar o Dia Nacional da Educação Ambiental, celebrado no dia 3 de junho, e o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 de junho, o Governo do Estado, por meio das Secretarias Estaduais da Educação (SEC) e do Meio Ambiente (SEMA), promoverá uma extensa programação entre os dias 3 e 7 de junho na chamada Semana do Meio Ambiente. O assunto foi pauta do encontro, nesta quinta-feira (30), entre os secretários Jerônimo Rodrigues, da Educação, e João Carlos Oliveira, do Meio Ambiente.

Durante a reunião, os secretários apresentaram as ações que serão desenvolvidas. A Semana do Meio Ambiente será aberta no dia 3, às 8h30, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), órgão vinculado à estrutura organizacional da SEC, localizado na Avenida Paralela, em Salvador. Durante a cerimônia de abertura, o Governo da Bahia vai aderir à campanha Respire Vida. A Bahia é o primeiro Estado a participar dessa ação global por ar limpo, promovida pelas Nações Unidas, que busca mobilizar as comunidades para reduzir o impacto da poluição do ar na saúde e no clima. Também será lançado pela ONU Meio Ambiente o desafio “O mar não está para plástico”, que visa conscientizar a população para o impacto do lixo nos ambientes costeiro e marinho. As inscrições para esta atividade podem ser feitas no link:http://bit.ly/30PtUeV.

A programação envolverá, ainda, oficinas, mesas redondas, palestras e rodas de conversas. Além de comissários da ONU Meio Ambiente, as atividades contarão com a participação de professores de diferentes Instituições de Ensino Superior, especialistas na área e estudantes.

Paralelamente, as escolas da rede estadual também vão promover uma extensa programação com atividades ligadas ao projeto Juventude em Ação (JA), desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado. O objetivo do projeto é promover a formação de Comissões de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (COM-VIDA) e a elaboração da Agenda 21 escolar durante todo o ano letivo nas escolas, tendo o protagonismo estudantil como a essência do projeto.

Reunião no SEMA (3)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Ascom/SEMA

Secretarias da Educação e da Cultura discutem fortalecimento do projeto Escolas Culturais com dirigentes escolares

Mais uma agenda voltada para o fortalecimento do projeto Escolas Culturais foi promovida nesta segunda-feira (27) pelas Secretarias Estaduais da Educação (SEC) e da Cultura (SECULT). Dirigentes de unidades escolares onde o projeto é desenvolvido participaram de um encontro no Instituto Anísio Teixeira (IAT), que faz parte da estrutura organizacional da SEC, em Salvador. A atividade contou com a participação do secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, e da secretária de Cultura, Arany Santana, e de técnicos dos respectivos órgãos.

A atividade foi marcada pela apresentação de experiência exitosas desenvolvidas no âmbito do projeto, que incrementa a arte e a cultura no currículo e alia a oferta de cursos de qualificação e formação profissional nas respectivas áreas. O projeto também abre as unidades escolares para a comunidade, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida.

O secretário Jerônimo Rodrigues falou sobre o papel estratégico do projeto Escolas Culturais no processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Este é um projeto especial, que tem sido visto com muito carinho pelo governador Rui Costa. Para ele, as escolas precisam ter um leque de formas para dialogar com a comunidade e o governador enxerga na cultura uma dessas maneiras. Nossa ideia é fortalecer o projeto, que é transversal, com a participação de outras secretarias e, na Educação enxergamos o projeto como um fator de aprendizagem, da Educação de Tempo Integral, redutor de evasão escolar e de repetência. Precisamos garantir que estas 85 existentes possam atuar bem e as próximas, que com o aprendizado destas, possam ser bem executadas”, afirmou o secretário.

A secretária Arany Santana disse que o contato permanente com os gestores escolares e com os envolvidos no projeto contribui para a tomada de decisões voltadas para o aperfeiçoamento da ação governamental. “O governador foi muito feliz em lançar esse projeto e agora esta escuta é fundamental para que possamos ampliá-lo e qualificá-lo, ainda mais”, afirmou, ao destacar o impacto do projeto para a Educação e a Cultura. “Este projeto envolve a Educação e a Cultura e além de melhorar o ensino e aprendizagem, as relações entre aluno e professor, ele abre a escola para a comunidade e esta é uma construção muito rica”.

A diretora do Complexo Integrado de Educação de Ipiaú, unidade da rede estadual, Jordene Santos Silva, falou que o projeto fomenta o protagonismo estudantil, a arte e a cultura no Território. Para ela, este diálogo é fundamental para o fortalecimento do projeto. “Nossa experiência com as Escolas Culturais é muito válida, pois fortaleceu o traço cultural que a escola já possuía e abriu o diálogo da unidade escolar com a comunidade. Este encontro foi muito positivo para alinharmos e que a gente possa engrandecer e melhorar, cada vez mais, o projeto”, afirmou.


Escolas Culturais
 – A iniciativa é resultado de parceria entre as Secretarias da Cultura (SecultBA), e da Educação (SEC) de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e a Casa Civil.

Fonte: Ascom/IAT/SEC

Escola cultural Fotos Luana Costa (2) Escolas Culturais 1 Fotos Luana Costa (1)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Luana Cost

Último dia de matrícula para o pré-vestibular Universidade Para Todos e aulas começam na próxima segunda (27)

A matrícula para o cursinho pré-vestibular Universidade para Todos termina nesta sexta-feira (24), no local e turno para os quais o aluno optou para cursar. O programa é ofertado pela Secretaria da Educação do Estado em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UESC, UEFS e UESB) e tem como objetivo o fortalecimento da política de acesso à Educação Superior. Neste ano, foram inscritos 32.711 estudantes de todo o Estado para as 11.505 vagas ofertadas. As aulas irão começar na próxima segunda-feira (dia 27 ) e seguem até dezembro.

 

No ato da matrícula, o estudante classificado deverá apresentar os documentos expressos no edital, dentre os quais os documentos pessoais e os históricos escolares do Fundamental II e do Ensino Médio. Além das aulas, os alunos têm acesso aos projetos complementares, como seminários, oficinas, simulados, revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e orientação vocacional. Para os cursistas da UNEB e UESB, que obtiverem frequência superior a 75% nas aulas, está garantida a isenção da taxa de inscrição no vestibular.

 

Para a execução do projeto, serão selecionados pelas universidades parcerias, 1.034 estudantes universitários que atuarão como professores/monitores. Esta é mais uma política pública educacional desenvolvida pela Secretaria da Educação do Estado voltada para a juventude, de modo a oportunizar aos universitários a vivência do exercício da docência. Durante a execução do programa, esses alunos serão acompanhados e passarão por formação.

 

O cursinho pré-vestibular é voltado a estudantes matriculados, em 2019, no 3º ano do Ensino Médio Regular estadual ou municipal ou nas suas modalidades correspondentes; aos matriculados, em 2019, no 4º ano da Educação Profissional integrada ao Ensino Médio da rede estadual ou municipal ou nas suas modalidades correspondentes; e nos egressos do Ensino Médio estadual ou municipal do Estado da Bahia. Marcado pela abrangência nos 27 Territórios de Identidade, o programa já possibilitou a cerca de 20 mil estudantes o ingresso no Ensino Superior em diversas instituições, ao longo de dez anos.

 

Foto Geraldo Carvalho (2)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Ilustrativa / Geraldo Carvalho

Gestores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação participam de encontro formativo em Feira de Santana

Com o tema “Orientando o sucesso da gestão dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE)”, gestores dos 27 NTE da rede estadual na Bahia estão participando do IV Encontro de Dirigentes, no Instituto de Educação Gastão Guimarães, em Feira de Santana. A atividade, que iniciou nesta quinta-feira (23) e segue até amanhã (24), tem o objetivo de alinhar os processos de gestão da Secretaria da Educação do Estados (SEC) e dos NTE, envolvendo temas voltados para o pedagógico, à infraestrutura, ao planejamento estratégico, à articulação e organização das escolas estaduais, além de desencadear um processo formativo dos dirigentes.

Durante a abertura, o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a importância deste processo formativo. “Nosso maior objetivo é fortalecer os Núcleos Territoriais de Educação. Por isso, os dirigentes devem estar alinhados com todo o processo de gestão da Secretaria para atuar junto às escolas da sua região. Isso também contribui para a articulação com os municípios, criando um regime de colaboração eficaz. As escolas são um espaço de conhecimento e a nossa função é promover a aprendizagem. Então, queremos dirigentes preparados e articulados para desenvolverem ainda mais a educação no seu território”, afirmou.

Entre os temas do primeiro dia foram debatidos o Sistema de Avaliação Baiana de Educação, que visa dar suporte às escolas, por meio de uma plataforma on-line e provas diagnósticas para avaliarem o desempenho dos estudantes durante o ano letivo, e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Também foram abordados o planejamento e a gestão organizacional da SEC. Na sexta, os dirigentes participam de oficinas e grupos de trabalho sobre Recursos Humanos, infraestrutura e censo escolar. Também será promovida a primeira etapa de Formação de Dirigentes de NTE, pelo Instituto Anísio Teixeira (IAT), que faz parte da estrutura organizacional da Secretaria.

Anfitrião do encontro, o diretor Ivanberg Lima, do NTE 19, de Feira de Santana, destacou ser fundamental o suporte da Secretaria da Educação para a gestão dos núcleos. “Este encontro é essencial para podermos ouvir e trocar experiências. É o momento de termos uma aproximação com o órgão central e conseguirmos um suporte maior para fortalecer a nossa relação com os municípios, porque acreditamos na educação de todos os baianos e juntos podemos desenvolver um trabalho que ajude na qualificação da educação pública”, ressaltou.

O diretor Clendson Barreto, do NTE 01, de Irecê, falou como o encontro pode contribuir para a aprendizagem dos estudantes. “Este quarto encontro consolida um planejamento muito importante da SEC de estabelecer esta aproximação com os NTE’s. Aqui nós podemos buscar resoluções para questões das mais variadas, como alimentação escolar, pessoal, transporte e infraestrutura, e tudo isso voltado para a melhoria da Educação do Estado. Ainda temos a oportunidade de conversar presencialmente com os colegas, conhecendo experiências exitosas e dialogando sobre o trabalho realizado nos outros núcleos”, disse.

 - IV Encontro de Dirigentes em Feira de Santana - Foto - Raquel Lacerda  (32)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Raquel Lacerda