Estudantes comemoram Dia Internacional da Mulher com atividades nas escolas

17212047_909894282380371_1213128357341375461_oDebater a importância de se construir uma sociedade com relações de equidade entre os gêneros e o papel social da mulher são algumas das propostas das escolas da rede estadual em celebração ao Dia Internacional da Mulher.

Nesta perspectiva, estudantes do Colégio Estadual da Cachoeira realizaram, nesta quarta-feira (08/03), uma caminhada pelas ruas da cidade com cartazes e palavras de ordem.

No Colégio Estadual Rômulo Galvão, em São Félix foi realizada oficina de cartão, exibição do vídeo e um aulão que girou em torno da história por trás do Dia Internacional da Mulher.

Já no Landulfo Alves de Almeida, em Cruz das Almas, foi promovida uma roda de conversa norteada pelo tema “Sustentabilidade Feminina”. “Nós partimos do pressuposto de que sustentabilidade é um termo muito amplo e a partir dessa temática, mulheres de destaque na comunidade cruzalmense versaram sobre o papel social e econômico da mulher na sociedade, sobre aspectos emocionais e familiares”, explica Roberta Evelyn Passos da Silva, vice-diretora da escola. “Acredito que essas discussões são sempre necessárias para fomentarmos a reflexão acerca do papel social da mulher”, complementa.

O Colégio Estadual Jonival Lucas, em Sapeaçu, celebrou o dia da mulher promovendo um momento de interação com músicas alusivas, apresentação de cordel e entrega de mensagens.

O Dia Internacional da Mulher também ensejou ações no Colégio Estadual Kleber Pacheco, no Distrito de São Roque do Paraguaçu, em Maragogipe. Foi realizada uma roda de conversa sobre violência doméstica, feminícidio e a objetificação da mulher.

“Os temas tratados estão em evidência na sociedade e a informação é fundamental para a mudança de postura das pessoas”, disse Gerusia Nascimento dos Santos, estudante do Kleber Pacheco.

Para a diretora da escola, Alessandra Fausto, os temas abordados sensibilizaram os estudantes. “A iniciativa possibilitou o envolvimento e a participação dos alunos no processo de conscientização dos problemas enfrentados pela mulheres e lhes proporcionou uma nova visão do papel da mulher na sociedade”.