Virtual Educa Bahia 2018 inscreve trabalhos científicos até a próxima segunda-feira

Seguem abertas, até segunda-feira (30), as inscrições para que educadores, estudantes e pesquisadores de todo o Brasil submetam trabalhos científicos para apresentação no XIX Encontro Internacional Virtual Educa, um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologia aplicadas à Educação, que será realizado de 4 a 8 de junho, pela primeira vez na Bahia. A seleção dos trabalhos será feita por uma comissão científica internacional e divulgada no dia 7 de maio. A inscrição é gratuita e deve ser realizada on-line, no endereço: virtualeduca.org/encuentros/bahia2018/PT/ponencias.virtualEduca (1)

Após a comunicação dos trabalhos selecionados para a apresentação no evento, os autores terão um prazo para confirmar a participação, bem como, para solicitar revisões de possíveis erros. O resultado final dos selecionados será no dia 11 de maio, e a programação geral do Encontro no dia 25 de maio.

Outra inscrição – Também estão abertas, até 20 de maio, no link virtualeduca.org/bahia2018/inscripcion/, as inscrições para os interessados em participar do XIX Encontro Internacional Virtual Educa. Para professores e profissionais de Educação das redes municipal, estadual e federal do Estado da Bahia as inscrições são gratuitas.

O Virtual Educa reunirá grandes personalidades da área de Educação do Brasil, da América Latina, Caribe e da África e terá como tema “Educação para transformar a sociedade em um espaço multicultural único”. As atividades acontecerão no novo Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, a ser inaugurado no antigo ICEIA, no bairro do Barbalho, em Salvador. Paralelamente, o Virtual Educa envolverá o Fórum Global de Educação e Inovação “Cooperação Sul-Sul” voltado para representantes governamentais e de instituições internacionais, a ser realizado no Porto de Salvador.

O Virtual Educa foi criado em 2001, com o objetivo de fomentar a inovação na Educação para promover a transformação social e o desenvolvimento sustentável, especialmente na América Latina e no Caribe. O encontro opera por meio de uma aliança de organizações internacionais, agências multilaterais e instituições públicas e privadas, que reúne os setores público, empresarial, acadêmico e da sociedade civil. Nesta edição do encontro, será lançado o programa Think Blue, do Banco Mundial, que visa estabelecer um marco mundial sobre a economia do mar, com foco na sustentabilidade.

Saiba mais: www.educacao.ba.gov.br

Foto: Ilustração/Divulgação