Educadores colaboram para a construção do Currículo Bahia em Barreiras, Paulo Afonso e Santo Antônio de Jesus

O dia 13 de novembro é o prazo final para que contribuições sejam feitas para a construção coletiva do novo Currículo Bahia referente às Educações Infantil e Fundamental. As contribuições podem ser feitas pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) e também presencialmente por meio dos Seminários Territoriais que estão sendo promovidos pela Secretaria da Educação do Estado. Nesta semana, os seminários estão sendo realizados em cidades como Barreiras (NTE 11),  Santo Antônio de Jesus (NTE 21) e Paulo Afonso (NTE 24).

Participam deste processo professores, estudantes e gestores das redes públicas (municipal e estadual) e privada, além de representantes de diferentes instituições educacionais e da sociedade civil, de modo a contextualizar os diversos componentes curriculares com a realidade baiana e os conteúdos educacionais trazidos pela Base Nacional Curricular Comum (BNCC).

O coordenador de Desenvolvimento Territorial da Educação Básica do NTE 24, Odinaelton Carvalho, destaca a importância do seminário realizado, nesta quarta-feira, com os educadores dos cinco municípios ligados ao núcleo: Paulo Afonso, Abaré, Chorrochó, Macururé, Rodelas e Glória. “A participação coletiva do público educacional é muito importante para a construção do Currículo Bahia para que este possa atender as nossas especificidades a partir de uma proposta curricular construída coletivamente”.

Os Seminários Territoriais, dos quais participam educadores das redes municipais e estadual, estão sendo considerados uma estratégia importante para a construção do Currículo Bahia, como destacou a coordenadora pedagógica Ciane Bezerra, da Escola Municipal Manoel Nascimento Neto, localizada em Paulo Afonso. “Foi muito produtivo este encontro. Essa escuta já havíamos realizado na nossa unidade e hoje podemos dar uma devolutiva e contribuir mais diretamente neste processo de elaboração do documento”.

Proposta curricular – Durante os seminários, os participantes discutem a proposta curricular e realizam trabalhos em grupos, a partir de textos referenciais que são apresentados em plenárias finais. Por meio da plataforma on-line, disponível no Portal da Educação, os educadores também podem fazer as contribuições. O sistema apresenta uma versão preliminar do documento, que já vem sendo desenvolvido por consultores que estão fazendo as redações baseadas em contribuições já recebidas.

BNCC – A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. A BNCC deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das unidades federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

Seminários sobre o Currículo Bahia realizado pelo NTE 21 -divulgação (2)

Fotos: Divulgação