Gestores participam de formação sobre recursos federais na Bahia

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia realizou, nesta segunda-feira (26), o Encontro de Avaliação do Programa Formação pela Escola (FPE), na União dos Municípios da Bahia (UPB), em Salvador. A ação contou com a participação dos multiplicadores regionais dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), e teve o objetivo de debater os resultados da formação continuada que promove o fortalecimento na execução, monitoramento, avaliação, prestação de contas e o controle social dos programas e ações educacionais financiados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).Encontro de Avaliação do FPE 2018 (5)

Em 2018, foram 327 municípios atendidos, incluindo Salvador, com 1.756 turmas (até o 6º período), e um total parcial de 46.726 cursistas (formados até o 5º período). “Nós fizemos uma avaliação com os multiplicadores do Estado que realizam o trabalho com os municípios de suas regiões, para discutimos o que foi realizado durante o ano, os pontos positivos e o que precisamos melhorar. Por isso estamos fazendo um balanço das atividades, para termos uma ideia de todo o trabalho que foi feito nos municípios que fizeram a adesão ao FPE no Estado da Bahia, que somam 78,5% das cidades. Com o fim do 6º período, teremos ainda mais cursistas formados pelo programa”, destacou Graciene Guimarães, coordenadora estadual do FPE.

O multiplicador do FPE, Paulo Marinho, do Núcleo de Vitória da Conquista (NTE 20) falou como acontece o trabalho de formação nos municípios. “Trabalhamos com tutores nas cidades, no meu caso, 17 dos 24 municípios do território aderiram ao programa, e através de nove módulos preparamos esses participantes para atuarem na formação de agentes em cada município. O objetivo principal dos sujeitos envolvidos no programa é que possam estar preparados para realizar o controle social e o acompanhamento dos diversos recursos enviados pelos programas federais, como o Programa Nacional de Alimentação Escolar e o Programa de Transporte Escolar. Esse acompanhando dá a possibilidade que também aconteça, de certa forma, uma colaboração para a utilização destes recursos”, explicou.

Fotos: Divulgação